My Image

CIRURGIA

DE PRÓSTATA

Avenida Jorge Curi, 550 Bloco A - Sala 265/266 Barra da Tijuca

Tel: (21) 3563-0626
 

My Image

contato@cirurgiadeprostata.com.br

Rua Silva Jardim, 164

​​​​​​​Centro Macaé - RJ

​​​​​​​Tel: (22) 30812316

Tel: (22) 27628992

My Image

Avenida Voluntários da Pátria, 45

Sala 305 - Botafogo

Tel: (21) 3126-3307

Tel: (21) 98879-2251​​​​​​​

My Image

Veja reportagens e novidades sobre o Laser

O LASER NA MÍDIA

My Image

TIRE SUAS DÚVIDAS

O QUE É A PRÓSTATA

Descubra tudo sobre essa glândula, suas funções e por que devemos monnitorar a sua saúde de perto.

RTU - RESSECÇÃO TRANSURETAL DA PRÓSTATA

Saiba mais sobre a técnica de remoção realizada pelo canla de uretra e que dispensa a incisão na barriga.

My Image

CIRURGIA ABERTA DE PRÓSTATA

Saiba mais sobre a técnica de remoção de próstata por cirurgia aberta.

My Image

Tem mais alguma dúvida?

Entre em contato com a gente.

PROSTATECTOMIA RADICAL LAPAROSCÓPICA

 ​​​​​​​A prostatectomia radical laparoscópica é uma nova técnica e foi introduzida na década de 1990. Ela tem como objetivo replicar os resultados que foram obtidos pela prostatectomia retropúbica radical aberta, reduzindo a morbidade associada à cirurgia. Como com todas as novas técnicas, a curva de aprendizado deve ser superada para se tornar proficiente, e modificações são feitas para melhorar o resultado. Grande parte dos dados atuais para prostatectomia laparoscópica inclui resultados de experiência de cirurgiões experientes.

​​​​​​​


Os benefícios da cirurgia laparoscópica são os benefícios de uma cirurgia minimamente invasiva que são: menor risco de sangramento e transfusões sanguineas, menos risco de infecção, menos dor no pós operatório, recuperação mais rápida das atividades diárias.


Na cirurgia laparoscópica são realizadas 5 pequenas incisões na parede abdominal por onde entra as pinças que serão manipuladas pelo cirurgião. Ao final da prostatectomia, a próstata é retirada por uma dessas pequenas incisões.


Porém possuem limitações por ser uma cirurgia que possue uma curva de aprendizado longa o que leva a uma dificuldade no aprendizado e limitando  a sua realização a somente poucos cirurgiões. Por esse motivo que a cirurgia laparoscópica foi sendo substituida pela cirurgia robótica e atualmente praticamente não é mais realizada nos EUA. Atualmente 90-95 % das prostatectomias radicais nos EUA  são realizadas pela técnica robótica.

 

PROSTATECTOMIA RADICAL LAPAROSCÓPICA ASSISTIDA POR ROBÔ

 

Também conhecido como prostatectomia robótica, este procedimento minimamente invasivo é realizado com o auxílio de tecnologia cirúrgica avançada e uma equipe de cirurgia laparoscópica experiente.


Sistema de Cirurgia Robótica

 A prostatectomia radical laparoscópica assistida por robô, chamada de prostatectomia robótica, é a cirurgia mais realizada para o tratamento do cancer de prostata nos EUA. Estima-se que 90-95% das prostatectomias radicais sejam feitas com a plataforma robótica.


Iniciada no inicio dos anos 2000, a cirurgia robótica ven evoluindo em tecnologia e ganhando cade vez mais espaço no tratamento do cancer de prostata no mundo. No Brasil a prostatectomia robótica ja é realizada há aproximadamente 10 anos .


 A prostatectomia radical laparoscópica assistida por robô é realizada usando o Sistema Cirúrgico da Vinci®, um sofisticado sistema de cirurgia robótica que permite que os cirurgiões operem na próstata com visão, controle e precisão aprimorados.


Detalhes da cirurgia robótica de próstata

Utilizando o sistema cirúrgico avançado, os instrumentos robóticos miniaturizados são passados através de várias pequenas incisões na parede abdominal do paciente para permitir que o cirurgião remova a próstata e os tecidos próximos com grande precisão. Isso é muito menos invasivo do que uma prostatectomia retropúbica radical convencional, que envolve uma incisão abdominal que se estende do umbigo ao osso púbico.


Durante a prostatectomia radical assistida por robótica, um endoscópio tridimensional e um equipamento de processamento de imagem são usados para fornecer uma visão ampliada de estruturas delicadas ao redor da próstata (por exemplo, nervos, vasos sangüíneos e músculos), permitindo a preservação ideal dessas estruturas vitais. A próstata é removida através de uma das incisões na parede abdominal.


Durante a maior parte da cirurgia, o cirurgião está sentado em um console de computador e manipula minúsculos instrumentos de pulso que oferecem uma amplitude de movimento muito maior que o pulso humano. A cirurgia é realizada sem que as mãos do cirurgião entrem na cavidade do corpo do paciente.


Benefícios da Cirurgia Robótica

Em comparação com a cirurgia aberta tradicional, os pacientes que se submetem à prostatectomia radical assistida por robô experimentam:


- Pequenas incisões abdominais

- Menos perda de sangue e menos necessidade de transfusão sanguinea

- Menos dor pós operatória.

- Internação hospitalares mais curtas

- Tempos de recuperação mais rápidos.

- Menos risco de infecções

- Menor tempo de cateter vesical pós operatório



Efeitos Colaterais da Prostatectomia Radical Laparoscópica Assistida por Robótica

As taxas dos principais efeitos colaterais da prostatectomia radical laparoscópica assistida por robô são aproximadamente as mesmas das abordagens cirúrgicas abertas. Os efeitos colaterais mais comuns incluem o seguinte:


Incontinência urinária (incapacidade de controlar a urina)

Similar à cirurgia aberta, a incontinência urinária pode ocorrer após uma prostatectomia robótica. No entanto, esse efeito colateral geralmente melhora com o tempo.


Disfunção erétil (impotência)

O retorno da função erétil após a prostatectomia é baseado na idade do paciente, grau de função sexual pré-operatória e se os nervos foram poupados durante a cirurgia. A menos que haja suspeita de câncer no tecido nervoso, os cirurgiões usarão técnicas poupadoras de nervos durante a prostatectomia robótica para minimizar o impacto cirúrgico na função sexual.


A cirurgia robótica se expandiu rápidamente nos EUA e vem se expandindo cada vez mais no Brasil por ser uma cirurgia minimamente invasiva portanto tendo todos os seus benefícios e por permitir um aprendizado mais fácil e rápido dos cirurgiões em comparação a cirurgia laparoscópica pura.